Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Programação especial celebra os 50 anos da chegada do ser humano à Lua

Publicado: Terça, 09 de Julho de 2019, 02h49 | Última atualização em Quarta, 10 de Julho de 2019, 19h39

Links relacionados:

No dia 16 de julho de 1969, a Nave Apollo 11 decolou em direção do satélite natural da Terra para a missão mais espetacular e audaciosa da corrida espacial, feita até então. Quatro dias depois da partida, o foguete tripulado pelos astronautas Buzz AldrinMichael Collins e Neil Armstrong chegou ao seu destino. E foi Armstrong o primeiro humano a pisar na superfície lunar e deixar para a posteridade a célebre imagem da pegada com sua bota. Para comemorar os 50 anos do primeiro pouso do homem na Lua, Observatório Nacional (ON) e Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) realizam o evento Partiu Apollo 11!, com uma programação especial para receber o público nos dias 16 17 de julho. São diversas atividades gratuitas para celebrar esta grande conquista.

A programação especial foi elaborada para que crianças, jovens e adultos descubram curiosidades sobre essa fantástica missão espacial. O evento acontece no campus ON-MAST e engloba oficinas científicas, palestras com especialistas, atividades educativas, dinâmicas divertidas, observação do céu e lançamento de foguetes. Tudo pensado para que o público possa conhecer mais desta grande aventura protagonizada pelos astronautas a bordo da Apollo 11.

Se o tempo estiver aberto, a centenária Luneta 46, o maior telescópio refrator do Brasil, será utilizada para observar o céu a partir das 18h, até as 20h, no dia 16 de julho. Além da Lua, a protagonista deste dia, outros objetos fascinantes poderão ser vistos no céu: Júpiter, Saturno e o aglomerado de estrelas Caixa de Joias, por exemplo. 

A Luneta 46 será usada para os visitantes observarem o céu no dia 16 de julho
Foto: Joelson Moreira/ON

Nos dias 2 e 3 de julho, uma equipe do Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), sediado em Brazópolis/MG, veio ao ON especialmente para deixar a Luneta 46 preparada para este grande dia, quando ela será utilizada na observação do céu pelo público.

Além da Luneta 46, a vizinha e também histórica Luneta 21 será usada para que os visitantes possam ver mais de perto os astros. Astrônomos do ON e do MAST guiarão esta atividade, mostrando ao público os objetos celestes. Do lado de fora das cúpulas, mais dois telescópios modernos estarão à disposição dos visitantes.

A programação não está restrita à noite. Durante todo o dia, diversas atividades serão realizadas no campus. Que tal então ver de perto maquetes de naves sobrevoando o céu do Campus? Dentre as atrações oferecidas pelo MAST, o destaque vai para o Grupo de Foguetes do Rio de Janeiro (UFRJ) que estará presente com a Oficina de Foguetes, abordando conceitos como inércia, pressão, força, ação e resistência do ar. Haverá o lançamento de foguetes feitos de garrafa PET, usando os módulos espaciais da missão à lua para "refazer" esse voo.

Além de poder ver foguetes voando no campus e observar o céu de pertinho com potentes telescópios, os visitantes também poderão chegar à Lua por meio da realidade virtual “Viagem à Lua”, que utiliza um aplicativo para simular ao usuário observar o Universo a partir da Lua.

Astrônomos do Observatório Nacional promoverão 4 rodas de conversa, próximo às cúpulas: Meteoritos lunares; A viagem à Lua e os avanços tecnológicos decorrentes dessa conquista; Missões espaciais; e Lua como nosso escudo natural. Convidado especial, o curador dos acervos do Museu de Ciências da Terra, Diógenes de Almeida Campos, fará palestra sobre a formação da Lua e levará amostras de rocha basáltica, semelhantes às rochas encontradas na Lua.

O MAST oferecerá ainda oficinas de aparatos sobre energia renovável, mostrando sobre o tipo de energia usado em missões espaciais e em possíveis bases na Lua, sessões de Contação de História, abordando o Sistema Solar, observação do Sol, além de atividades educativas e dinâmicas divertidas sobre a missão espacial.

Na entrada da cúpula da Luneta 46, o público vai ter a oportunidade de ver exposta a réplica, em tamanho real, do Sputnik, primeiro satélite artificial feito pelo homem e que deu início à Era Espacial. O aparato, que completou 60 anos de seu lançamento em 2017, faz parte do acervo do MAST. 

Venha participar do "Partiu Apollo 11!"!  As atividades começam a partir das 10h e a entrada é gratuita.

Confira aqui a programação completa!

 

Fim do conteúdo da página