Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pós-graduação em Astronomia

Publicado: Segunda, 09 de Maio de 2016, 18h58 | Última atualização em Sexta, 11 de Agosto de 2017, 17h57

Menu

Sobre

Processo Seletivo
Corpo Docente

Corpo Discente

Produção Intelectual

Teses e Dissertações Defendidas

Grade Curricular

Regulamento

Calendário

Homologação e Diploma

Disciplinas

Comissão de Pós-Graduação

O Programa de Pós-Graduação do Observatório Nacional foi inicialmente credenciado pelo Conselho Federal de Educação (CFE) através do Parecer 05/73, de 22/01/1973. Posteriormente, foi recredenciado pelo CFE para a área de Astronomia em nível de Mestrado e Doutorado, através do Parecer 755/93 de 06/12/1993.

O Programa de Pós-Graduação em Astronomia tem como objetivo principal o de completar e aperfeiçoar a formação em astronomia dos graduados nas áreas de Física, Astronomia, Matemática e ciências afins, visando formar pesquisadores altamente qualificados e profissionais bem preparados para o mercado de trabalho O Programa possui duas áreas principais de concentração, Astronomia e Astrofísica, com diferentes subáreas.

Desde a sua criação o Programa já formou mais de 120 Mestres e mais de 90 Doutores em Astronomia, muitos deles ocupando atualmente posições de destaque na comunidade científica brasileira e internacional.


Infra-estrutura e recursos 

A Pós-Graduação do ON conta com 11 salas amplas exclusivas para os alunos dos cursos de Astronomia e Geofísica, com capacidade para 60 estudantes, todos com mesa e computador individual, além de 2 salas de aula, e 1 auditório com capacidade para 110 pessoas.

Os alunos tem acesso a impressoras e aplicativos para processamento de dados, imagens e textos. O conjunto de computadores da Pós-Graduação está interligado pela rede do ON, o que permite aos estudantes se beneficiar do uso de toda a estrutura informática dos outros departamentos da instituição, em particular das servidoras de alto desempenho. Todos os estudantes têm acesso à internet com endereço eletrônico individualizado. 

O acesso à bibliografia especializada é feito através da Biblioteca do ON, cujo acervo reúne mais de 16.000 livros, entre eles 2.000 obras raras, além de 400 títulos de periódicos e revistas especializados, sendo 64 destes títulos de aquisição corrente. Isto se soma ao acesso eletrônico ao Portal de Periódicos da CAPES, que constitui a principal fonte de referência bibliográfica para a realização das teses e dissertações.

Os alunos do Programa tem a possibilidade de desenvolver as suas pesquisas utilizando-se de recursos observacionais providos por diversos observatórios e telescópios no Brasil e no exterior. Entre os mais utilizados podemos citar Pico dos Dias (Brasil), Gemini Sul e Norte (Chile e Hawaii), SOAR (Chile), Observatório de Mac'Donald (USA), Sao Roque de los Muchachos (Espanha), Calar Alto (Espanha), Telescópio Nazionale Galileo (Espanha). Parte das atividades tem sido viabilizada através de convênios específicos, como por exemplo, com o ESO/MPI para a operação de um telescópio de 2,2 metros. 

Nos últimos anos foram realizados esforços para alcançar uma maior visibilidade nacional e internacional do Programa. Se destacam particularmente:

  • a realização anual da escola avançada de caráter internacional denominada Ciclo de Cursos Especiais;
  • o crescente ingresso de estudantes oriundos de outros estados do Brasil, principalmente do Nordeste, e de vários paises da América Latina, que procuram o ON para realizar seus estudos;
  • a manutenção de acordos de intercâmbio acadêmico com instituições estrangeiras, que permitem a orientação de teses de doutorado em regime de co-tutela;
  • o programa de doutorado sanduíche e estágios de curta duração, que o ON mantém com diversas instituições de excelência no exterior como o Instituto Astrofísico de Canarias (Espanha), a University of Pittsburgh (EUA), o Instituto Astrofísico de Andalucía (Espanha), a Universitat Utrecht (Holanda), para citar algumas que receberam nossos estudantes nos últimos anos

 

Para mais informações contate a Secretaria da Divisão de Programas de Pós-Graduação.

 

 

 

 

Fim do conteúdo da página