Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Sociedade Brasileira de Física premia tese defendida no Observatório Nacional

Publicado: Sexta, 14 de Setembro de 2018, 14h43 | Última atualização em Sexta, 14 de Setembro de 2018, 14h43

A tese “Testes observacionais da isotropia cosmológica”, defendida por Carlos André Paes Bengaly Júnior em 2016, no Programa de Pós-Graduação em Astronomia do Observatório Nacional, e orientada pelo pesquisador Jailson Alcaniz, foi premiada na categoria "Física de Partículas e Campos", pela Sociedade Brasileira de Física. O resultado foi divulgado no dia 6 de setembro.

A tese premiada responde à necessidade atual de investigar a validade das hipóteses fundamentais em cosmologia, cujos testes agora já são possíveis graças à precisão dos dados observacionais atuais. Neste trabalho, Bengaly Jr. desenvolveu e aplicou novas técnicas estatísticas para testar a hipótese da isotropia cósmica, um dos pilares do modelo padrão da cosmologia moderna. Os resultados obtidos são consistentes com tal hipótese em grandes escalas.

Os Prêmios SBF de Tese de Doutorado buscam estimular e valorizar os trabalhos de excelência e padrão internacional nas diferentes áreas da Física. As teses premiadas pela SBF nas diversas áreas concorrem à premiação principal -  Prêmio Professor José Leite Lopes de melhor Tese de Doutorado –, cujo resultado será divulgado no mês de outubro.

As teses inscritas foram defendidas nos dois anos anteriores ao ano da premiação – 2017 e 2016 – e as premiadas são escolhidas por conter resultados originais que tenham contribuído significativamente para o avanço do conhecimento da natureza e de suas propriedades. 

Fim do conteúdo da página