INSCRIÇÃO E SELEÇÃO


O processo de seleção para ingresso no Programa se rege pelos Arts. 10 a 13 do Regulamento da Pós-Graduação, pelos Arts. 12 a 15 das Normas do Programa de Astronomia.

São elegíveis para ingressar no Mestrado ou no Doutorado Direto os graduados em curso de nível superior (Bacharelado, Licenciatura ou Engenharia) em Astronomia, Física, Matemática ou áreas afins, com títulação obtida no Brasil ou no exterior (não é requerida a revalidação oficial do diploma).

São elegíveis para ingressar no Doutorado os portadores do título de Mestre em Astronomia, Física, Matemática ou áreas afins, com títulação obtida no Brasil ou no exterior (não é requerida a revalidação oficial do diploma).

Para ingressar no Programa o candidato deverá ter sido aprovado no processo de seleção e ter sido aceito como aluno por um orientador pertencente ao Corpo Docente do Programa.

Veja aqui os procedimentos para as diferentes modalidades.

MESTRADO    -    DOUTORADO    -    DOUTORADO DIRETO    -    CALENDÁRIO



PROCESSO DE SELEÇÃO - MESTRADO
O processo de seleção para ingresso no Mestrado envolve a realização de uma prova escrita seguida de uma argüição oral juntamente com a análise do currículo do candidato e a posterior análise do projeto de pesquisa. Veja a seguir o paso a paso do processo.

1. Inscrição

Para poder participar do processo de seleção ao Mestrado, o candidato deverá submeter, dentro do prazo estipulado, a seguinte documentação:
  • Formulário de Inscrição, devidamente preenchido em todos os campos com letra de forma legível;
  • Cópia do Histórico Escolar atualizado do curso de graduação;
  • Curriculum Vitae no padrão Lattes/CNPq (exceto para candidatos estrangeiros que poderão apresentar o currículo em formato livre);
Toda a docuemntação deverá ser encaminhada por correio ou fax, ou anexada por e-mail, para o seguinte endereço:

Observatório Nacional/MCTI
Divisão de Programas de Pós-Graduação (DPPG)
Rua Gal. José Cristino 77
20921-400, São Cristóvão
Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Fax: +55 (21) 2589 7463
E-mail: robertodias@on.br; walace@on.br

Inscrições recebidas fora do prazo, com documentação incompleta ou ilegível não serão consideradas.

2. Prova escrita

Para a prova escrita, o candidato deverá escolher entre uma das seguintes opções: Caso o candidato opte por realizar as duas provas será considerada para a seleção aquela em que obtiver o melhor desempenho. Em qualquer caso, as provas terão caráter eliminatório.

Atenção: Os prazos de inscrição e as datas das provas são diferentes. O candidato que optar pela realização do Exame Unificado deverá fazer a inscrição para esse exame além da inscrição para o processo de seleção no Programa, dentro dos respectivos prazos. Em hipótese alguma serão aceitas inscrições fora dos prazos establecidos.

Candidatos de outros estados ou do exterior poderão fazer a prova escrita na sua instituição de origem, devendo informar isto à Secretaria da DPPG com antecedência mínima de 20 (vinte) dias corridos da data do respectivo exame:
  • Para a realização do Exame Unificado deverão ser seguidas as normas estipuladas no respectivo Edital.
  • Para a realização da Prova do Observatório Nacional, o candidato deverá indicar um professor da sua instituição que ficará responsável por aplicar a prova. Este professor deverá entrar em contato com a Secretaria da DPPG até 10 (dez) dias antes da data do exame para acertar os detalhes de como receberá a prova, como deverá aplicá-la e como deverá devolvé-la.
3. Argüição oral

O candidato que resultar aprovado na prova escrita deverá se submeter a uma argüição oral sobre os resultados da sua prova e sobre o seu currículo e histórico escolar, com a participação dos membros do Corpo Docente da Pós-Graduação em Astronomia, em data a ser divulgada oportunamente.

Candidatos de outros estados ou do exterior poderão ser argüídos remotamente via Skype, devendo informar isto à Secretaria da DPPG até 3 (três) dias antes da data da argüição.

Com base no resultado da prova escrita e da argüição oral, a Comissão de Pós-Graduação determinará a lista dos candidatos que foram selecionados e estabelecerá uma ordem de prioridade para a concesão de bolsa de estudos.

Nota: a concesão de bolsas será priorizada para os candidatos que não possuam vínculo empregatício. Os candidatos que possuirem vícnulo empregatício poderão pleitear bolsa somente nos casos previstos nos regulamentos das respectivas agências financiadoras.

4. Projeto de pesquisa

O candidato selecionado deverá contatar os membros do Corpo Docente, pessoalmente ou por e-mail, a fim de identificar um orientador e definir um projeto de pesquisa. Este procedimento é de responsabilidade exclusiva do candidato, que deverá encaminhar por e-mail à Secretaria da DPPG a seguinte documentação no prazo de até 10 (dez) dias corridos antes da data de início da matrícula no Programa:
  • Carta ou e-mail do orientador requerendo a matrícula do candidato e fazendo o respectivo pedido de bolsa quando couber;
  • Projeto de pesquisa, elaborado juntamente com o orientador (máximo de 03 páginas);
Atenção: O candidato que não conseguir identificar um orientador nesta etapa, ou que venha a ter o seu projeto de pesquisa recusado pela CPG, não será aceito para matricular-se no Programa e perderá a sua clasificação no processo de seleção.

Candidatos do exterior deverão levar em consideração os prazos necessários para a obtenção do visto de estudante. Por ocasião do envio do projeto de pesquisa, o candidato estrangeiro deverá requerer também uma carta da DPPG para poder tramitar o respectivo visto Item IV junto à autoridade consular do Brasil no seu país de origem. Para isto, deverá informar à DPPG os seguintes dados:

- nome completo (como figura no passaporte),
- endereço completo (para envio da carta pelo correio),
- número do passaporte,
- órgão/país de expedição do passaporte,
- data de validade do passaporte,
- dados do Consulado do Brasil onde irá requerer o visto (endereço, cidade, telefone e fax).

5. Matrícula

O candidato que for aceito para matricular-se no Programa deverá se apresentar pessoalmente à Secretaria da DPPG, dentro do prazo estipulado, munido da seguinte documentação:
  • Formulário de matrícula, fornecido pela DPPG, devidamente preenchido e assinado pelo candidato e pelo orientador;
  • Cópia do Diploma ou Certificado (original) de Conclusão do curso de graduação;
  • Histórico Escolar original e atualizado do curso de graduação;
  • Termo de Compromisso, preenchido em formulário fornecido pela DPPG, com firma reconhecida em cartório;
  • Dados da conta corrente no Banco do Brasil para depósito da bolsa (o candidato deverá ser o único titular desta conta);
  • Cópia da Identidade (RG, RNE ou Passaporte com a folha de concesão do visto);
  • Cópia do CPF;
  • Cópia da Carteira de Trabalho (somente para candidatos brasileiros, incluíndo a página com os dados do vínculo empregatício mais recente);
  • Ficha de matrícula em disciplinas, fornecida pela DPPG, devidamente assinada pelo aluno e pelo orientador.
Atenção: A matrícula do candidato só será aceita se o mesmo tiver cadastrado o seu currículo na plataforma Lattes/CNPq.

Nota #1: Caso as cópias dos documentos pessoais e certificados não estejam autenticadas em Cartório, o candidato deverá apresentar também os respectivos originais para autenticação pela DPPG.

Nota #2: Caso seja necessário, o candidato poderá solicitar à Seretaria da DPPG uma carta para abertura de conta corrente universitária junto ao Banco do Brasil.


PROCESSO DE SELEÇÃO - DOUTORADO
O processo de seleção para ingresso no Doutorado envolve a realização de uma argüição oral sobre o projeto de pesquisa juntamente com a análise do currículo do candidato e das cartas de recomendação. O candidato deve ter definidos o orientador e o projeto de pesquisa antes de realizar a inscrição. Veja a seguir o paso a paso do processo.

1. Inscrição

Para inscrição no processo de seleção ao Doutorado, o candidato deverá submeter, dentro do prazo estipulado, a seguinte documentação:
  • Formulário de Inscrição, devidamente preenchido em todos os campos com letra de forma legível e assinado pelo orientador;
  • Cópia do Histórico Escolar atualizado do curso de graduação;
  • Cópia do Histórico Escolar atualizado do curso de pós-graduação de mais alto nível;
  • Curriculum Vitae no padrão Lattes/CNPq (exceto para candidatos estrangeiros que poderão apresentar o currículo em formato livre);
  • Projeto de pesquisa, elaborado juntamente com o orientador (máximo 05 páginas);
  • Duas (02) cartas de recomendação, no formato disponível aqui.
Toda a docuemntação deverá ser encaminhada por correio ou fax, ou anexada por e-mail, para o seguinte endereço:

Observatório Nacional/MCTI
Divisão de Programas de Pós-Graduação (DPPG)
Rua Gal. José Cristino 77
20921-400, São Cristóvão
Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Fax: +55 (21) 2589 7463
E-mail: robertodias@on.br; walace@on.br

Inscrições recebidas fora do prazo, com documentação incompleta, ilegível ou fora do padrão não serão consideradas.

2. Argüição oral

O candidato deverá se submeter a uma argüição oral sobre o seu projeto de pesquisa e sobre o seu currículo e histórico escolar, com a participação dos membros da Comissão de Pós-Graduação em Astronomia, em data a ser divulgada oportunamente.

Com base no resultado desta argüição oral e da análise das cartas de recomendação, a Comissão de Pós-Graduação determinará a lista dos candidatos que serão admitidos no Programa e estabelecerá uma ordem de prioridade para a concesão de bolsa de estudos.

Nota: a concesão de bolsas será priorizada para os candidatos que não possuam vínculo empregatício. Os candidatos que possuirem vícnulo empregatício poderão pleitear bolsa somente nos casos previstos nos regulamentos das respectivas agências financiadoras.

Candidatos do exterior aprovados na argüição oral deverão solicitar uma carta da DPPG para poder tramitar o respectivo visto Item IV junto à autoridade consular do Brasil no seu país de origem. Para isto, deverão informar à DPPG os seguintes dados:

- nome completo (como figura no passaporte),
- endereço completo (para envio da carta pelo correio),
- número do passaporte,
- órgão/país de expedição do passaporte,
- data de validade do passaporte,
- dados do Consulado do Brasil onde irá requerer o visto (endereço, cidade, telefone e fax).

3. Matrícula

O candidato que for admitido no Programa deverá se apresentar pessoalmente à Secretaria da DPPG, dentro do prazo estipulado para a matrícula, munido da seguinte documentação:
  • Formulário de matrícula, fornecido pela DPPG, devidamente preenchido e assinado pelo candidato e pelo orientador;
  • Cópia do Diploma ou Certificado de Conclusão do curso de pós-graduação de mais alto nível;
  • Histórico Escolar original e atualizado do curso de pós-graduação de mais alto nível;
  • Termo de Compromisso, preenchido em formulário fornecido pela DPPG, com firma reconhecida em cartório;
  • Dados da conta corrente no Banco do Brasil para depósito da bolsa (o candidato deverá ser o único titular desta conta);
  • Cópia da Identidade (RG, RNE ou Passaporte com a folha de concesão do visto);
  • Cópia do CPF;
  • Cópia da Carteira de Trabalho (somente para candidatos brasileiros, incluíndo a página com os dados do vínculo empregatício mais recente);
  • Ficha de matrícula em disciplinas, fornecida pela DPPG, devidamente assinada pelo aluno e pelo orientador.
Atenção: A matrícula do candidato só será aceita se o mesmo tiver cadastrado o seu currículo na plataforma Lattes/CNPq.

Nota #1: Caso as cópias dos documentos pessoais e certificados não estejam autenticadas em Cartório, o candidato deverá apresentar também os respectivos originais para autenticação pela DPPG.

Nota #2: Caso seja necessário, o candidato poderá solicitar à Seretaria da DPPG uma carta para abertura de conta corrente universitária junto ao Banco do Brasil.


PROCESSO DE SELEÇÃO - DOUTORADO DIRETO
O processo de seleção para ingresso no Doutorado Direto, isto é, quando o candidato não possui o grau de Mestre, envolve a realização de prova escrita e argüição oral nos mesmos moldes e prazos que para o ingresso no Mestrado, juntamente com a análise do projeto de pesquisa, do currículo do candidato e das cartas de recomendação.

O candidato deve ter definidos o orientador e o projeto de pesquisa antes de realizar a inscrição, e deverá submeter a mesma documentação requerida no caso do Doutorado normal.

Cabe esclarecer que o ingresso no Doutorado Direto é recomendado somente aos candidatos que mostraram um desempenho excepcional durante a graduação.